sábado, 18 de agosto de 2007



Era minha a lágrima
que terá caído nalgum rosto

na missa do 3º aniversário

O tempo rasga as memórias
como me rasga a carne
num silêncio com dor

Corro neste mesmo lugar
Apodero-me desta verdade
e repito-a para a crer

18/08/2004-18/08/2007





2 comentários:

sem-se-ver disse...

(um beijo muito grande)

elle disse...

Um abraço sentido.

Number of online users in last 3 minutes